Animais de Estimação em Condomínios

Segundo pesquisas, o Brasil possui a 4ª maior população de animais de estimação do mundo.

Animais fazem a nossa alegria, nos distraem, são companheiros e muito fofos.

Mas todo mundo pensa assim? Nem sempre!

E em condomínios vemos isso diariamente.

Reclamações por barulho, circulação pelas áreas comuns fora das normas permitidas, bem como dejetos deixados nestas áreas ou em frente a residências vizinhas.

Tudo isso pode ser evitado para que a coletividade conviva com harmonia.

Como?

Com respeito às normas e aos demais moradores, os quais possuem os mesmos deveres e obrigações, possibilitando ao condomínio manter-se organizado, onde o convívio entre todos permaneça saudável.

O direito do outro começa quando acaba o nosso, porque viver em condomínio é isso!

Recolha sempre os dejetos de seu animal de estimação das ruas, calçadas e jardins de seus vizinhos. Já imaginou você pisando ou encontrando dejetos de outros animais em sua casa? Isso não seria agradável.

Seu animal permanece muito tempo sozinho e as pessoas reclamam de seu latido constante? Talvez ele esteja se sentindo muito solitário e isso, além de incomodar seus vizinhos, pode acabar causando doenças em seu bichinho.

Tem um bichinho de estimação ou está pensando em ter? Verifique o regulamento interno antes de passear com ele pelo seu condomínio e evite ser notificado!

Alguns exemplos que, acreditem, são reais:

- Animal deixado sozinho, dentro de terreno murado, em condições extremamente precárias;

- Animais soltos nas áreas comuns e encontrados dormindo no interior de carros vizinhos e dentro de outras residências;

- Danos em veículos de terceiros (riscos no capô, etc);

- Abandono de animais em apartamentos;

- Atropelamento de animais soltos nas áreas comuns, entre outros.

Mais do que seguir as normas, é primordial o extremo cuidado e dedicação com o seu animal para que não haja transtornos e situações extremamente delicadas que podem ser evitadas.

Também é importante haver a conscientização de que sempre haverá regras, porém sugestões e opiniões são sempre bem vindas para melhorias que beneficiem e facilitem o convívio entre moradores e seus animais!

Bom senso e respeito sempre trarão harmonia e tranquilidade a todos!